Restaurantes em Paris, encontre abaixo nossa seleção e melhores dicas. Veja no mapa onde estão nossas dicas e  confira nossos comentários abaixo:

Restaurantes em Paris

 

Para acessar o mapa diretamente : www.google.com/maps/Restaurantes

Clique nos links em vermelho para ler os artigos já publicados das nossas dicas pelos blogueiros de nossa plataforma:

GASTRONÔMICOS

Le Meurice
L’Ambroisie
Astrance
Le Gabriel
Apicius
Le Grand Véfour 
Carré des Feuillants 
Thoumieux Gastronomique 
La Dame de Pic
L’Arpège
L’Epicure
Le Grand Restaurant
L’Hexagone

TRADICIONAIS

Le Voltaire (um clássico da cozinha francesa)
Lapérouse (decoração excepcional, um clássico, romântico e agora é badalado com o bar)
1728 (decoração aconchegante, chic e bonita, cozinha com toque oriental)
Le Grand Colbert (decoração de época, menu com os clássico da cozinha francesa)
La Cigale Récamier
( especializado em soufflés !)
La Fontaine Gaillon (decoração agradável, excelente cozinha e terraço no verão)
La Maison de la Truffe (um dos mais tradicionais de Paris)
La Tour d’Argent (chef novo, novo cardapio. Vale revisitar !)
Ledoyen (novo chefe, confira)
L’Ami Louis (uma instituição parisiense, que já teve dias mais gloriosos …)
Le Violon d’Ingres (do Chef Christian Constant, excelente cozinha, um pouco formal)
L’Atelier Robuchon e o L’Atelier Étoile (no Publicis Drugstore)

BRASSERIES

Balzar (tipica Brasserie, perto de Saint Michel)
Bofinger (típica brasserie parisiense)
Vaudeville (decoração Art Déco muito bonita, menu típico)
Le Flandrin (Lugar elegante do 16ème, no verão terraço muito gostoso)
Chez Francis (bem localizada, agradável, clássicos franceses)
Le Stella (brasserie de bairro, animada, come-se bem)
La Régalade Conservatoire (nova filial do mesmo chef Bruno Doucet !)


BISTROTS

La Régalade & La Régalade Bis (autêntico bistrot, comida deliciosa)
Le Comptoir du Relais (em St Germain, do talentoso chef Yves Camdeborde)
La Fontaine de Mars (fama planetária desde que Barack Obama foi jantar…)
Le Comptoir (do chef  Yves Candeborde, sempre com filas, no Odéon)
Le Moulin à Vent
(delicioso, com especialidade em carnes)
Vivienne (charmoso e típico, cozinha correta)
Chez Janou
(estilo provençal, muito gostoso e charmoso)
Le Basilic (simpático e autêntico, os locais adoram…vazio nos domingos no jantar!)
Chez Chaumette (pequeno, aconchegante, boa comida)
Le Paul-Bert (lugar charmoso, misturando locais habitués e turistas gourmets)
L’Ami Jean (típico restaurante do Pays Basque, come-se muito bem)
L’Auberge Bressane (simpático e despretensioso, boa comida)
Le Tastevin (no coração do Marais, pequeno restaurante muito bom)
Le Saint-Pourçain(o típico bistrot francês, os americanos adoram !)
Atelier du Maitre Albert (charmoso e delicioso)
Chez André (há décadas, sempre o mesmo … os brasileiros adoram !)
Astier (tradicional brasserie, excelente !)
Le Chardenoux (o da Rive Droite..)
La Rôtisserie du Beaujolais (comida tradicional com preços acessíveis, delicioso)
Les Enfants Terribles
L’Affriolé (restaurante de bairro, que é uma surpresa muito boa !)
Le Petit Landais (no marché aux Puces de Saint-Ouen)
Chez la Vieille (bistrot de cozinha elaborada e ambiente charmoso)
Les Marches – um típico bistrot francês, dos bons velhos tempos !)

 

NEO-BISTROT


Heimat
(O Chef Jancou abre este restaurante no lugar onde morou Molière)
Restaurant Saturne
(do chefe Sven Chartier, moderno e clean, boa cozinha)
Le Chateaubriand (decoração simples de bistrot informal, com cozinha criativa e inesperada … )
Le Pantruche
(no “boho” baixo Pigalle ou na chamada “Nouvelle Athènes”, chef Franck Baranger)
Le Baratin
(um pouco longe, mas vale pelo ambiente autentico e a excelente cuisine)
Vivant (do Pierre Jancou, charmoso e com estilo antigo, perto da Bastille)
Chatomat (o novo mini bistrot gourmet do 20ème, o bairro boêmio)
Passage 53 –
(chef japonês Sato, somente 20″couverts” e menu fixo, um pouco caro…)
Les Déserteurs (ex chef do Sargent recruteur, um so menu)
Terroir Parisien (o bistrôt de Yannick Alléno, todo com produtos de qualidade)


BISTROTS CONTEMPORÂNEOS

Ze Kitchen Galerie & o bis KGB (contemporâneo, bem decorado e come-se muito bem !)
Le Petit Pergolese
(delicioso, arty, bem frequentado por locais)
Les Cocottes
(come-se no balcão, sem reserva, nas ditas coccotes !)
Les Fables de la Fontaine
(especialidade peixes)
Le Chardenoux des Près (o bis da Rive Gauche vai repetir o sucesso da RD ! )
Le Cinq Mars
(continua sendo gostoso, cheio e animado)
L’Ardoise
(foi reformado e a cozinha continua gostosa)
Laiterie Sainte-Clotilde (jovem chef, ambiente despretensioso, mesas coladas…)
Chez Julien
(na beira do Sena, romântico e charmoso, do grupo Costes, boa cozinha)
Le Café de l’Alma
(bem localizado, terraço simpático, bem frequentado)
Les Miroirs
(nas Buttes Montmartre, descontraído e sempre cheio)
Spring
(restaurante no 1° andar e cave com tapas no subsolo, gostoso!)
Pinxo
(decoração contemporânea, tapas à la francesa, muito bom)
Le Progrès
(na Butte de Montmartre, frequentado por locais, boêmio e descontraído)
Doudingue (restaurante bacana de Montmartre, bem decorado e come-se bem)
Les Affranchis (outro bistrôt simpático de Pigalle)
Chez Marcel (em Montmarte, perto da Villa Léandre, o canto bacana, ótimo brunch)
La Gazette (um restaurante charmoso perto dos Champs-Elysées)
Dessance (é um bar gastronômico de sobremesas à la carte. Uma delicia)
Monsieur Bleu (o restaurante bacana do  Palais de Tokyo, vista incrível !)
Ginger (uma delicia perto dos Champ-Elysées bem “in”)


TENDÊNCIA

Manko (o badalado chef peruano Arcurio abriu um restaurante – cabaret, top tendência)
La Belle Époque (perto Palais Royal, um mix otimo de boa cozinha, gente bonita e lugar charmoso)
Le Beef Club (Steakhouse bacana, aberta pelo pessoal do Experimental Club …)
Ma Cocotte ( Starck no Marché aux Puces de Saint-Ouen, serviço ruim, gente bonita)
Le Secret
(novo bar e restaurante do mesmo dono do bar Le Magnifique !)
Le Dali
(no Hôtel Meurice, redecorado por Starck)
Hotel Amour (um Costes na SoPi, south Pigalle, com um terraço bacana)
Mini Palais
(lugar lindo, boa comida e terraço para drinks que é um must)
Hotel Costes
(nem precisa de apresentaçao, sempre bacana)
Le Faust (embaixo da ponte dos Invalides: pelo terraço, pelo ambiente e pela night …)
L’Avenue (um dos points da cidade: fashionistas, turistas e locais, a qualquer hora)
La Cantine du Faubourg (moderno, decoração cool, boa musica, comida correta)
La Société (elegante e bacana no centro da agitação de St Germain des Près)
Water Bar Colette (gostoso na hora do almoço)
Il Carpaccio e La Cuisine (os badalados restaurantes do Hotel Royal Monceau)
Thoumieux (restaurante tipo brasserie de um dos irmãos Costes, com boa cozinha)
Le Murat (bela decoração, come-se bem, restaurante bacana de locais do 16ème)
Ralph’s
Ginger (delicioso fusion food, bela decoração, clientela elegante)
Pershing Hall (com decoração de Andrée Putman, bar e lounge animados)
Kei (com excelente buzz, um chef japonês ex-Plaza, cozinha refinada  … )
Très Honoré (o mais bacana restaurante da Place du Marché St Honoré, é Costes)


DESCOLADOS

Manko (restaurante e cabaret com cozinha peruana do chef Arcurio, bem badalado!)
Brasserie Barbés (o hit do momento, bem “bobo” ! bairro mal frequentado, mas lugar hype)
Le Bachaumont (numhotel bacana, gente bonita, mas serviço lento …)
Le Pinson (bio, bom e tendência… comida mais do que saudável !)
Le Dauphin (O “buzz” total,  bis do chef do Le Chateaubriand …)
Café Charlot
 (O ponto de encontro do ALto Marais)
Mama Shelter
 (um pouco fora do centro, decorado pelo Starck, ambiente animado)
Le Derrière (completamente cool e descolado, decoração como se estivesse em sua casa …)
Germain (do grupo Costes, mesmo menu… uma opçao perto do Odéon)
L’Unico (restaurante argentino bacana e bom)
Hotel Amour (o restaurante com terraço é um endereço da moda)
Cantine Antoine & Lili (localizado no trendy concept store, para lanche rápido)
Café de l’Industrie (atmosfera simpática e cool, principalmente à noite)
Aux Deux Amis
(na descolada Oberkampf… para os “bobo’s”)
Anahi (um argentino “shabby chic”, destroy na aparência, mas a “cuisine”…)
Candelaria (bar à Tacos “cosy”, um mexicano bacana por americanos…)


TERRAÇOS & VISTAS


Les Ombres
(no Musée du Quai Branly, a arquitetura já vale a visita)
Chez Georges
(cobertura do Centre George Pompidou, moderno, vista imperdível)
Le Jules Vernes (Chef Alain Ducasse, na Tour Eiffel, no comments …)
Terrasse de l’Hotel Raphäel (uma das mais belas vistas de Paris, terraço delicioso!)
Café Marly (bonito com varanda na frente da pirâmide do Louvre, sempre cheio)
Maison Blanche (voltou a ser frequentado desde que abriu seu terraço com vista espetacular)
La Table du Palais Royal (o melhor dessa praça linda)
La Grande Cascade (Belle Époque no Bois de Boulogne, terraço gostoso)
Hôtel Costes (nunca sai de moda, sempre gostoso para tomar um drink no final de tarde)
Monsieur Bleu (No Palais d eTokyo, um dos restaurantes com mais bela vista da Torre Eiffel)
Ralph’s (em St Germain de Près, um terraço bem gostoso)
Hôtel Amour
La Cour Jardin (no Plaza Athénée, um dos terraços mais charmosos de Paris)
Mini Palais (contemporâneo, com um terraço muito gostoso)
La Cigalle Récamier (reduto de politicos e VIP franceses, otimos soufflés !)
The 7th Terrass Hotel (com uma das mais belas vistas de paris, romântico)
L’Assaggio
Le Châlet des Îles (em pleno Bois de Boulogne, delicioso no fim de semana)
Les Deux Etangs au Tir aux Pigeons 
Café Jacquemart-André
Carette des Vosges

 


GOSTOSOS NO ALMOÇO

Maison Plisson (bem localizado perto do Maris e da Merci. Excelente no almoço)
Café Lenôtre
(ótima opção para almoçar ou chá, antes ou depois de ir ao Grand Palais)
Le Village Royale (na passagem da rue Royale, um spot sempre cheio nessa região)

Bar de la Croix Rouge
(ponto famoso em dia de compras, delicioso pain Poilâne)
Waterbar Colette (
No subsolo, badalado,  uma boa mistura “veggie”, club sandwich e burger)
Café Mode (na François 1er, quase na Av. Montaigne, sem pretensão, bem frequentado,  gostoso)
Chez Camille (turistas e locais frequentam, simpático e gostoso no Marais)
Ma Bourgogne (gostoso terraço em plena Place des Vosges)
Waknine (menu gostoso e variado, aconchegante, clientela chique de locais)
Les Officiers (ponto de encontro na Ecole Militaire)
Le Tourville (ponto de encontro na Ecole Militaire)
Les Éditeurs (simpático e informal, em pleno St-Germain/Odéon)
Da Rosa (excelente escolha de saladas com produtos regionais ou importados !)
Pères et Fils (informal com cozinha variada gostosa, especialmente os molhos …)
Café de l’Odéon (no Théatre de l’Odéon, novo ponto num local dos mais charmosos)
Loulou (terraço delicioso no verão, vista do Jardim des Tuileries)
Café Richelieu (dentro do Museu do Louvre, terraço e linda vista e carta da Angelina)
La Gare (frequentado por locais , ambiente original e comida correta)
L’Eclaireur (na da rue Boissy d’Anglas, bacana pelo design de Fornasetti, cozinha correta)
Chez Carrete

Little Italy Café (na rue Montorgueil, bom e simpático)
Café de Mars

Les Fous de l’Île
Brasserie de la Marine (boêmio e  bem localizado no Canal St Martin)
Le Moulin de la Galette (uma instituiçâo em Montmarte, terraço gostoso)
L’Auberge du Bonheur (informal e gostoso, em pleno Bois de Boulogne)
Pinxo Saint-Germain (Tapas gastronômicos deliciosos, agora na Rive Gauche! )


ESPECIALIDADES DE PEIXES E CRUSTACEOS

Helen (o peixe é cultuado neste restaurante, esquece se prefere carne)
Les Fables de la Fontaine (do Chef Christian Constant)
L’Écume St. Honoré (uma peixaria tão boa que fazia desgustaçao e agora é restaurante!)
Prunier (uma instituição, conhecido por seus “Plateaux de Fruits de Mer”, mas nao só!)
Jarasse (um dos melhores pratos de crustaceos, em  Neuilly)
L’Huitrier (voce monta o seu ‘plateau”, sob medida !)
Bar à Huîtres (St Germain, Ternes e Montparnassa, ótima seleção)
L’Ecailler du Bistrôt -(charmoso antigo bistrôt com deliciosas ostras )

 

BOM E BARATO

Kiosques Flotants: peniches ao longo do rio Sena: http://kiosquesflottants.creeacom.net
Le Relais de Venise (o original L’Entrecôte, na Porte Maillot, sempre com fila)
Relais de l’Entrecôte
(os deliciosos da rue Marboeuf, rue St-Benoît e Montparnasse)
Le 20 (pequeno restaurante simpático, cheio de jovens, perto do Musée d’Orsay)
Marché des Enfants Rouges
( lugar simples, e pitoresco)
Au Pied de Fouet (mini, com cozinha familiar, rue Babylone e rue St-Benoit)
Tribeca
(na rue Cler que é um charme, perfeito quando nao se quer gastar e tem porções generosas)
Café Constant (a versao mais barata do chef Christian constant, otimo bistrôt)
Central (sempre cheio e animado, come-se bem na charmosa rue Cler)
Restaurant Chartier (uma instituição parisiense, vale a visita)
Kunitoraya I e II (japonês barato, na rua St. Anne, filas para sentar …)
Imperial Choisy (em pleno bairro chinês-13ème, decoração simples e cozinha ótima)
Traiteur Shan Dong (cantina realmente rústica, como na China, cozinha saborosa, fora vapores)
Aux Négociants
(em Montmartre, rústico e típico, Doisneau ia lá, excelente comida !)
Dishny (autêntico, sem charme, mas é conhecido por sua excelente cozinha do sul da India)
Frenchie
(simpático, gostoso e  barato !)


FORA DO CIRCUITO

Livio (italiano animado, frequentado por locais perto do metro Pont de Neuilly)
Pétrus (elegante e agradável, com especialidade peixes)
Le Petit Poucet (ultra charmoso no rio Sena, animado e sempre cheio, come-se bem)
Le Rose Bonheur (bacana, frequentado por Bobos, no Parc Buttes-Chaumont)
Khun Akorn (excelente tailandês, decoração sem interesse, mas vale pela cozinha)
Le Charbon (boêmio e artista, ambiente super animado, em Oberkampf)
Café de la Jatte e Spuntino (na ilha do mesmo nome, uma opção simpática)

 

BRUNCH

Marcel (brunch ou sanduíches descolados, em Sèvres-Babylone ou Montmartre)
Mariage Frères (um salão de chá excelente com brunch ótimo, ambiente simpatico)
La Loire dans la Theière (um dos salões de chá mais charmosos: saladas e tortas)
Le Fumoir (ambiente descontraído, simpático também para tomar um drink)
Le Pain Quotidien (ingredientes de qualidade e orgânicos, preferimos o do 7ème)
Le Floors (totalmente Bobo, em Montmartre, bons hamburgers)
Bonpoint (para ir com as crianças na célebre loja de roupas infantis ..)
Mama Shelter (simpático, farto, crianças são bem-vindas !)


ITALIANOS

Stresa (chic e glamour, gostoso, frequentado por jet setters, artistas e turistas chics…)
Il Gusto Sardo (gostoso, autêntico, simpático)
Le Cherche Midi(despretensioso, bom, cheio e bem frequentado)
Ante Prima (lindo restaurante numa cour, gostoso e charmoso)
Farnesina (na rue Boissy d’Anglas, muito bom, mas bem caro ..)
Fellini (autêntico, come-se bem)
Paris Seize (endereço de locais no 16ème, sempre cheio)
L’Enoteca (boa comida, conhecido pela sua cave e seleção de vinhos)
Il Sorrentino (gostoso, na charmosa rue de Montessuy com vista linda da Torre)
Il Caffè (o último do Costes, delicioso e lotado, perto dos Champs-Elysées)
Mori Venice (sofisticado e boa cozinha da regiao do Veneto)
Al Dente (moderno, os proprietários são simpáticos, come-se bem e a pizza é boa)
Casa Bini (bem conhecido dos italianos, gostoso com bom ambiente, em St-Germain)
Il Prezzemolo (cozinha simples e gostosa, no alto Marais)
NoLita (no descolado MotorVillage da Fiat, nos Champs-Elysées)
Sormani e Bistrôt Sormani–  (no 17ème, excelente vitello tonnato num ambiente simpatico)
Guy Martin Italia (o chef francês propõe uma cozinha italiana, com micro-porções…)
Baffo (novo, cozinha contemporânea no Marais)
Oro Bianco (em Neuilly, um bar de Mozzarella excelente)
Caffe dei Cioppi (despretencioso e charmoso numa ruela, gostoso no 159 rue du Fbg St Antoine)

 

PIZZARIAS

Pizzeria Popolare (recem aberta do grupo Big Mamma, perto da rue Montorgueil)
Grazie (pizzaria descolada, entre o Marais e a Bastille do lado da Merci)
Pizza Chic
(a pizza mais chic da cidade, gostosa numa decoração bacana)
Marzo (do grupo do Grazie e Pizza Chic, no 7ème, pizza de forno a lenha, ótima !)
East Mamma (na Bastilles do grupo Big Mamma, descolada e chic)
Big Mama
Ober Mama (em Oberkampf, do grupo Big Mama, super decolado !)
Bistrot Napolitain (Champ-Elysées, considerada a melhor pizza de Paris, fechado domingo)Da Positano (um dos melhores de Paris, em St Germain)
Pizzeria Di Rebellato (é o anexo do conhecido restaurante italiano do 16ème !)
Da Pietro (tradicional cantina, pizzas deliciosas, sempre lotado e barato)
Pink Flamingo (novo lugar de pizzas no Canal St. Martin, totally bobo)
Pizza al Taglio (um pouco distante em Oberkampf, mas aberto nos domingos)
Fonzanelli (pizzas totalmente artesanais, em ambiente cantina clean)

 

AMERICANOS & HAMBURGERS


Coffee Parisien
(em vários bairros, come-se muito bem, sempre cheio, a referência)
PDG Rive Gauche (para alguns o melhor cheeseburger de Paris… e as batata fritas !)
H.A.N.D. (recente, decoração agradável, american food …)
Blend Hamburger (o novo lugar bacana para bons hamburguers em Paris )
Breakfast in America
– Um americano totalmente informal e descontraído ! 17, rue des Ecoles 75005/4, rue Malher 75004
HD Diner (no estilo fifties, têm um ótimo brunch, no 25, r. Francisque Gay no 6°)
Le Camion qui Fume – uma van que vende hamburguers ótimos.
Henry’s – (um restaurante descontraído no 16ème, com destaque para os ovos “Benedicte”)
Mercado dos Enfants Rouges – (um burger em mesa compartilhada, bem boêmio e bom)
Paris New York – PNY (ainda não experimentamos, mas o buzz é bom, là no 10ème)
Tata Burger (gostosinho no marais)
Hamley’s Burger – o hamburger bio e transado do Marais

 

JAPONESES

Kinugawa (cozinha tradicional)
Orient Express (cozinha variada, ambiente charmoso, rue Bayard/Montaigne – o mais “in”, e em St Germain)
Ozu (tradicional e sushi, destaque para o aquário gigante no restaurante)

Isame
(considerado o melhor sushi de Paris por muitos !)
Akasaka (bom, escondido e confidencial, endereço 16ème de parisienses e japoneses de Paris)
Aida (no 7ème, somente 18 pessoas por refeição, gastronômico, sem sushis !)
Kaiten (prático sistema de esteira, frescos e localizado perto dos Champs-Elysées)
Guilo Guilo (restaurante hype, tradicional no balcão, ótimo !)
Izakaya Issé (o conhecido japonês do 45, rue Richelieu !)
Toyo
Kiku (cozinha tradicional, pouco sushi…)
Yuzu
Nanashi (cantina japonesa com produtos bio e trendy)
Nanashi 2 (filial trendy, na rue Charlot)
Planète Sushi (vários em Paris : frequíssimos e deliciosos !)
Nanashi 3 (bentos bio agora dentro da boutique Bonpoint da Rive Gauche)
Yoko (o restaurante japonês chic da Compagnie Française de l’Orient et de la Chine)
Miss Kô  (novo restaurante decorado por Starck, fusion japonês)

 

PERUANO

La Cebicheria (na rue Bauchaumont, simpatico e bom)


ASIATICOS

Chinês

Camélia – no Mandarin Oriental*****, moderno e caro, mas delicioso ! www.mandarinoriental.fr
Shang Palace – chic, elegante no Hotel Shangri-là*****.  www.shangri-la.com
Chez Ly – excelente, agradável, chic, nosso preferido em Paris www.chezly.fr – leia nosso artigo, clique aqui.
Diep – gastronômico, bem frequentado, uma “brasserie” chinesa ... – www.diep.fr
Tong Yen – excelente, mas caro – 1 Rue Jean Mermoz, 75008 Paris
TaoKan – Contemporâneo, tanto em St Germain (8, r. du Sabot), quanto nem St Honoré (1, r. Mont-Thabor)
Lao Tseu – frequentado por habitués do 7ème, delicioso, cozinha do Szechuan – 209, bd St Germain 75007 Paris
Dragon Elysées – Estilo HK, boa cozinha11 Rue de Berri  75008 Paris
Kok Ping – agradável e perto dos Champs-Elysées – rue Balzac, bom preço/qualidade –  www.kokping.com

Restaurantes tipicos nos bairro chineses:


Imperial Choisy
onde tudo é bom, e sempre tem fila na porta  (32, avenue Choisy 75013, sem reserva)
Village Tao Tao, grande restaurante num estilo mais tradicional, que é muito conhecido por seu pato laqueado – www.villagetaotao.fr).
Tricotin  – restaurante com decoração popular típica, com com excelentes Dim Sum (15, avenue de Choisy 75013)
Délices de Shandong – cozinha muito diferente e interessante da região de Shandong (88, Boulevard de l’Hôpital 75013)
Ravioli Chinois Nord-Est, tem ótimos raviolis, num ambiente rústico! (11, rue Civiale  de  75010, fecha às 21h30)

 

Tailandês e Vietnamita 

Oth Sonbath – Tailandês
Khun Akorn
– Tailandês – fora de circuito, longe, decoração simples, mas a cozinha …
Le Sourire de Saigon – vietnamita bacana, no 18ème, mas vale o desvio …
Suan Thai – Tailandês  no Marais (qualidade, bela decoração e até vinhos muito bons da Tailândia
Ly Lan – cantina rustica, mas comida deliciosa (4, bis rue d’Estrees 75007 Paris)


CUISINES DU MONDE

Le Fakhr el Dine – (Libanês tradicional)
Noura
–  (Libanês tradicional ,com traiteur ou takeaway)
Liza –
(um libanês bom e bacana, na rue de la Banque … merece !)
Mezz
(mistura de cozinhas libanesa e armênia, descolado no Quai de Jemmapes)
Fogón
– Espanhol
El Palenque
(Otima carne importada e doce de leite da Argentina, rustico e informal)
Hacienda del Sol –
Mexicano, verdadeiro (não Texmex !)
Timgad – Marroquino tradicional
404
– Marroquino bacana
Chez Omar– Marroquino informal e boêmio, bom preço
Caviar Kaspia – Russo
Maison du Caviar
– Russo
Petrossian – abriram um restaurante e loja de especiarias no Bd de Courcelles
Petrossian
– Russo
La Maison du Danemark
e Flora Danica– Escandinavo
Ratn
– Indiano bacana
Santoor – Indiano tradicional
Restaurant Marcel – Indiano cool e delicioso, no Quai de Jemmapes

 

KASHER

Osmose – Restaurante trendy e design, boa cozinha judaica
Chez Marianne – Comida judaica típica, é uma referência em Paris, sempre lotado
Il Conte – Cozinha italiana variada
Mie And You – Boa pizza
Sushi West –  têm vários endereços na cidade
Swartz’s Deli – No Marais e no Trocadéro, tipo diner’s americano, bom hamburger !

Site de endereços kasher em Paris: www.123cacher.com

 

Para ver os restaurantes orgânicos, vegetarianos e vegan, confira nossa lista, clique a segui:

PARIS ORGÂNICA, VEGGIE E VEGAN

 
<