http://amisdegrezsurloing.fr/?cat=3O castelo de Fontainebleau construido há mais de 700 anos foi a residência de vários monarcas, entre os quais François 1er (séc. XVI) e Napoleão (séc. XIX).

Castelo de Fontainebleau

Este castelo é conhecido por suas escadarias que estão na chamadaCour des Adieux”, onde Napoleão fez suas despedidas quando partiu para a ilha de Elba.

.

O Château teve vários de seus aposentos redecorados.Abaixo, o  quarto de Maria Antonieta em Fontainebleau:

E o famoso Teatro Imperial de 1857 que foi totalmente reformado recentemente, mas as visitas são raras !

Restaurantes em Fontainebleau

Se quiserem almoçar em Fontainebleau, as boas pedidas são:

L’Axel

Restaurante gastronomico com 1 estrela no Michelin. O melhor e mais sofisticado da região. O chef é japonês e interpreta os clássicos da cozinha francesa. Ótimo mesmo ! 43 Rue de France, 77300 Fontainebleau – www.laxel-restaurant.com/fr

Fuumi

Este é o anexo do L’Axel, especializado em comida típica japonesa. Os teppaniakis são realmente deliciosos e o cardapio muito bom. Sempre lotado, assim reservar com anteedência. http://restaurant-fuumi.com

L’Atelier du Goût

Restaurante tradicional francês com um ambiente contemporâneo e caloroso – 8 Rue des 3 Maillets 77300 Fontainebleau France —https://latelier-du-gout

Bistrot 9

Simpático, charmoso e come-se bem. (9, rue de Montebello – Tel.: 01 64 22 87 84),

Au Bouchon de Bleau

Que fica no 32, Rue de France Tel.: 01 64 22 30 99

Hotel na cidade de Fontainebleau

Hôtel Aigle Noir****

O hotel bacana da cidade, aliás, o melhor opção da região, com 4 estrelas confortável e agradável em pleno centro.

Passeios nos arredores de Fontainebleau

Num fim de semana ensolarado, visitar a região da floresta Fontainebleau é uma opção bem gostosa e não muito distante. O conhecido Triangle d’Or da região se refere às 3 cidades: Fontainebleau, Barbizon e Milly-La-Forêt.

Barbizon

Outra idéia é de ir à Barbizon, o “Village des Peintres”, que inspirou vários artistas no final do séc. XIX: a École de Barbizon, com Théodore Rousseau, Jean-François Millet e Jean-Baptiste Corot, e os Impressionistas com Claude Monet e Alfred Sisley.

Posteriormente, foi frequentada por escritores como Georges Sand, Apollinaire, Colette e  Zola. Se vier de tram, no verão (de junho a setembro) existem Navettes de Fontainebleau a Barbizon gratuitas, que saem a cada 40 mns (tel.: 01 60 66 41 87) ou tente o creabus reservando seu horário  (tel:. 01 64 10 01 23)

Nesse caso, nossa sugestão é  almoçar no Le Relais (2, avenue Charles de Gaulle, Tel.: 01 60 66 40 28), no terraço do Angelus (31, Grande Rue – Tel.: 01 60 66 40 30) ou comer mariscos no L’Atelier La Pléiade (21, Grande Rue – Tel.: 01 60 66 40 25).

Para aqueles que queiram passar o fim de semana, o hotel que indicamos é o Les Pléiades****, num estilo contemporâneo, tem vários ambientes, como o bar e o restaurante gastronômico, além de ser bem frequentado.  Já o conhecido e tradicional Relais Châteaux Hôtel du Bas-Breau****, merece uma verdadeira renovada, pois perdeu muito de seu charme.

Gorges de Franchard

Os mais aventureiros podem ir escalar os conhecidos rochedos da Floresta de Fontainebleau, a maior da França. Nesse caso, ir nas Gorges de Franchard e seguir os caminhos em função de seu nível e do tempo (os GR – Grande Randonnée), já que mesmo alpinistas confirmados fazem seus treinos nessa região.

Rochedos da Dame Jouanne

Uma dica de local é passear pelas rochedos da Dame Jouanne em Larchant e almoçar num restaurante rústico Le Chalet Jobert, restaurant de la Dame Jouanne, que tem bancos fora e um restaurante de comida francesa muito bom. (www.ladamejouanne.fr)

Milly-la-Forêt

Para finalizar, ir a Milly-la-Forêt e visitar a recém-aberta Maison de Cocteau, se trata de uma construção do século XVII, que foi adquirida por Cocteau em 1947, quando vivia com o ator Jean Marais. Hoje, virou um museu, onde o visitante descobre o percurso deste grande artista. Cocteau foi um poeta, autor de teatro (Le jeune homme et la mort …), cineasta (La Belle et la bête, Orphée…)… fez também inúmeros desenhos e pinturas.

Os jardins são muito charmosos, especialmente em maio e junho, época das rosas. A decoração é surpreendente e mostram uma exposição com muitos cartazes e fotos da relação do Cocteau com o ator Jean Marais.

Saindo da cidade, visite a Capela Sainte-Blaise-des-Simples, decorada por Cocteau, onde fica o seu túmulo.

Maison de Cocteau, Milly-la-Forêt: www.jeancocteau.net

Bourron Marlotte

Bourron Marlotte é um vilarejo que foi muito frequentado no inicio do século por artistas e intelectuais. É um vilarejo longo com casas típicas da época e um belo castelo, Le Chateau de Bourron, que oferece “chambres d’hôtes”. Veja mais aqui: https://www.bourron.fr

Restaurante gastronômico Les Prémices

Considerado o melhor restaurante da região, no parque do castelo.

12 Avenue Blaise de Montesquiou, 77780 Bourron-Marlotte (www.restaurant-les-premices.com/)

Le Café de la Paix

Informal e bem acolhedor, a cozinha é ótima e o terraço muito frequentados pelos moradores e parisienses que têm casas na região. – 59 Rue du Général de Gaulle – www.restaurant-cafedelapaix.fr

Le Bistrôt du Broc

O perfeito bistrôt tradicional, charmoso, autêntico e delicioso. Excelente coznha francesas. Recomendamos !  www.lebistrotdubroc.com/

Grez sur Loing

Um vilarejo pequeno e chamoso que é conhecido por ter abrigado impressionistas suecos, dos quais Larsson, e tem um museu desde 1910 por Fernand Sadler, veja aqui:  http://amisdegrezsurloing.fr

E um pouco mais longe, a igreja Saint Martin de Genevraye

Informações práticas

Saida de Paris na Gare de Lyon de trem que leva cerca de 35 minutos, direção de Montargis, normalmente no terminal antigo da estão do lado direito, nas  linhas L ou M.

Na estação de trem tem ônibus, taxis ou aluguel de bicicletas.

<