A região de Champagne

A região de Champagne é bem perto de Paris, cerca de 90 90 km, o que permite fazer um bate-volta de um dia, seja por trem à partir da Gare du Nord ou de carro.

Nessa região, o cultivo dos vinhedos é uma longa tradição, desde a época romana. Em seguida, foram desenvolvidos pelos religiosos de Reims, em particular. A fama  se alastrou quando os reis da França começaram a regar as festividades reais com o esse vinho efervescente ou borbulhante, o champagne.  A partir do séc. XIX, se desenvolveram as Maisons de Champagne com novas técnicas e o Champagne se internacionalizou como símbolo de momentos de festas.

A champagne, suas maisons, sua adegas e seus vinhedos excepcionais, bem como seu método de vinificação, são considerados Patrimônio Mundial da UNESCO.

Reims

O ideal para aproveitar um fim de semana na região da Champagne é começar por Reims para ver a magnífica Cathédral Notre-Dame de Reims, imperdível. A Catedral foi palco de coroação de vários reis da França por mais de 800 anos e abriga a Abadia de Saint-Remi , bem como o Palácio de Tau. 

Existem ruínas romanas a serem visitadas e algumas caves foram construídas antigos vestígios romanos. no entanto, a maior parte delas foram escavadas por monges  por monges beneditinos nos séc. XIII.

Aproveite para experimentar uma deliciosa especialidade da cidade os biscoitos e outras goluseimas feitas com esse “biscuits roses”. Tem várias lojas, uma delas na frente da  catedral. Veja o site deles aqui: www.fossier.fr. E, se procura um café, a paradinha é no Café du Palace, que tem estilo Art Déco, aberto desde 1930 (14 Place Myron Herrick, 51100 Reims)

Magasin-Fossier

 

Sugerimos que almoce no Château Les Crayères***** , que é um lugar mais que especial: um castelo construído no início do século XX pela família Polignac, um magnífico parque, um chef ultra talentoso Philippe Mille e, claro, o chef sommelier Philippe Jamesse e 1 estrela no Michelin. Sem dúvida, a opção mais chic desta região para passar a noite …

 

Épernay, a capital do Champagne na França

Em seguida, vá à Épernay, o lugar para os aficionados de Champagne que querem passear nos vinhedos, descobrir marcas de produtores locais ou degustar grandes millésimes de marcas tradicionais e antigas ! A cidade foi destruída durante a primeira Guerra Mundial, no entanto, são mais de 100 kms de caves, reunindo cerca de 200 milhões de garrafas, todas nos seus subsolos.

Hospede-se em Vinay na Hostellerie La Briquetterie****, o diretor deste Relais & Châteaux Yorrick Pellegri será um anfitrião muito simpático ! Aproveite para relaxar na piscina e Spa da Carita e não deixe de testar a o cozinha do jovem chef Michael Nizzero (1 estrela no Michelin) no jardim com vista para os vinhedos … peça o foie gras, ótimo, e termine experimentando o Ratafia.

A principal atração em Epernay é a Avenue de Champagne, uma rua que leva o nome dos principais produtores de champanhe do mundo, localizados em sua extensão. Moët et Chandon, Mercier, De Castellane e Lafond são alguns dos nomes reconhecidos nesta avenida.

vue_hotel

Em seguida, organize-se para visitar uma das caves das grandes marcas, as opções são amplas. Nossa sugestão: escolha a sua preferida e vai fundo, porque o que conta é degustar algo que lhe dê prazer e para cada paladar uma escolha !

Para o “happy hour” sugerimos o C Comme Champagne de Propriétaires: são 180m2 de caves com cerca de 300 referências de pequenos vignerons, com um Bar à Champagne e uma loja onde você pode comprar com preços locais ! O proprietário Jean-Noel Pouille terá o maior prazer em explicar os diferentes tipos de Champagne segundo o momento … (8 Rue Gambetta et 7 rue Jean Moët, 51200 Epernay)

Cave C Comme

Em Épernay, recomendamos Les Berceaux, que é o restaurante gastronômico do chef Patrick Michelon, e seu bis o Bistrot Le 7, mais informal e descontraído.  Para os que querem uma cozinha à base de Champagne, o chef Bernard Ocioa preparou pratos ótimos no pequeno e rústico La Cave à Champagne, não esqueça de testar as “Ostras ao Champagne gratinadas”, divinas !

Passeio nos vinhedos da Champagne

Para passear entre os vinhedos, passe nos seguintes “villages”: Villers-Allerand (Pinot noir), Ludes, Vezernay (visitar o Phare e o Museu de la Vigne),  Louvois (pela vista de seu castelo do séc. XVII), Hautvilliers (pela pela sua Abbaye), ir pelas margens da Marne em Damery, subir o rio até Cumières e voltar por Venteuil, Fleury la Rivière, Nanteuil la Forêt, Sermiers…

Vinhedos Champagne

Depois desse percurso, as “bulles” vão certamente conquistá-lo: muitas ou poucas, brut ou demi-sec, com dosagens diferentes dos 3 cépages (Chardonnay, Pinot Meunier, Pinot Noir), em Bouteilles (0,75l), em Magnum (1,5l), em Jéroboam (3l) ou em Mathusalém (6l) e por aí vai …

 

O Champagne, o vinho borbulhante

As famosas casas de Champanhe estão localizadas no centro da cidade de Reims ou de Épernay. Assim, organize-se para visitar pelo menos um caves das marcas de Champagne.

Um vinho espumante somente é um Champagne quando os vinhedos e a vinícola que o produz se encontra nos 34.300 hectares da região,  certificada de apelação controlada, com vinhas do tipo Pinot noir, Chardonnay e Pinot Meunier.

As Principais Marcas de Champagne

Maison Ruinart

Esta Maison existe  desde 1729 e possui caves em forma de um labirinto, construidas a mais de 35 metros debaixo do solo. Tem uma das garrafas com formato mais original do Champagne !

 

Maison Perrier-Jouët

Conhecida por ser a marca com a identidade da Belle Époque. Têm uma das mais belas coleções dessa época e caves com garrafas do início do século XIX.

Maison Veuve Clicquot

Um do melhores champagnes, pertence hoje à LVMH.

Dom Pérignon

Maison Moët & Chandon

As caves Moët & Chandon são conhecidas mundialmente.

Maison Krug

Johann Josef Krug criou esta casa em 1843 e logo construiu uma grande reputação. Não à toa a Maison continua familiar há 6 gerações. Seus Champagnes possuem um grande diferencial : seus vinhos são sempre envelhecidos pelo menos seis anos de com uma vinificação em pequenos barris. O resultado é um estrondoso de equilíbrio de sabor e um Champagne praticamente impossível de superar.

Hotéis

Restaurant Le Parc et Le Jardin Brasserie,  Domaine Les Crayères
64, Bd Henry-Vasnier 51100 Reims
Tel.:  03 26 24 90 00
www.lescrayeres.com

Hostellerie de la Briqueterie
4, Route de Sézanne 51530 Vinay
Tel. : 03 26 59 99 99
www.labriqueterie.fr

 

Restaurante

Les Berceaux e Bistrot 7
13, rue des Berceaux 51200 Épernay
Tel.: 03 26 55 28 84
www.lesberceaux.com

 

Cavistas

C Comme Champagne de Propriétaires
8, rue Gambetta 51200 Épernay
Tel.: 03 26 32 089 55
www.c-comme.fr (vendas online)

La Cave à Champagne
16, rue Gambetta 51200 Épernay
Tel.:  03 26 55 50 70

<