Passy e o Trocadéro ficam no 16ème arrondissement que é um dos bairros mais chiques e tradicionais de Paris e inclui o Bois de Boulogne, que é maravilhoso para se passear.

Dentro do bairro existem diferenças, a começar pelo código postal que colabora com um certo esnobismo parisiense. O 75116 é o bairro ao norte e a região mais chic com imóveis caros e valorizados, inclui lugares como Porte Dauphine, av. Foch, av. Vitor Hugo, Trocadéro, Chaillot e av. d’Iéna. A divisória do “quartier” passa na av. Vitor Hugo e na rue de Passy, que é o centro de compras mais importante do 16ème. O código postal 75016 fica ao sul e inclui Auteuil e La Muette, com os jardins do Ranelagh.

Este bairro acaba não entrando no circuito dos turistas e é conhecido e frequentado por parisienses.

Trocadéro

As únicas excepções ficam por conta do Palais de Tokyo, que é imperdível para os que gostam de arte contemporânea e do MAM – Museu de Arte Moderna de Paris.

Restaurantes

Não podemos deixar de mencionar um dos restaurantes mais badalados de Paris, o Monsieur Bleu no Palais de Tokyo e sua estupenda vista da Torre Eiffel. Perfeito para dias de sol, mas reserve com antecedência, é lotado …

Outro lugar muito visitado é a praça do Trocadéro, na qual tem o salão de chá da Carrete, que é uma instituição parisiense, com um dos melhores “club-sandwich” da cidade e, para muitos, o melhor macaron de Paris.

O restaurante do Musée de l’Homme reabriu depois de grandes reformas e também é um dos musts da Place du Trocadéro.

Outra opção dos parisienses nessa praça é o Le Coq, com um terraço bem bacana e muito bem frequentado. Para um dos melhores hamburguers de Paris tem o Swartz’s Deli (7 Avenue d’Eylau), que tem um estilo de New York e é, também, kasher. Se quer algo mais rápido e menos caro, de todos os cafés da praça, o que recomendo é o Café Kléber.

 

Passy

Para conhecer a região de Passy, deve-se descer a av. Paul Doumer até a rue de Passy, que é uma das ruas de lojas mais bacanas de Paris. É o equivalente do quadrilátero Rue de Sèvres, Rue du Four, Rue de Grenelle e o inicio da rue de Rennes, na Rive Gauche. Basicamente, as mesmas lojas. No 16ème, a única área que concorre com Passy é a av. Vitor-Hugo, mas com menos variedade e algumas lojas mais chiques.

Musée Marmottan

Para quem gosta de verde, vale a pena conhecer os Jardins du Ranelagh, que está sempre cheio de crianças à partir das 16hrs  e admirar os belos prédios que rodeiam o jardim. Num deles fica o Musée Marmottan, dedicado aos impressionistas, que abriga entre outras obras primas de Monet, o famoso quadro “Impression soleil couchant” que deu o nome ao movimento. Visite o Musée Marmottan Monet, que além de ser um lindo “hôtel particulier”, detém obras excepcionais de Monet. (2, rue Louis-Boilly 75016 Paris – France – www.marmottan.fr):

 

Outra atração é a visita da casa do escritor Honoré de Balzac. (47 Rue Raynouard, 75016 Paris, Francehttp://maisondebalzac.paris.fr)

Compras em Passy

Quando você mora na Rive Droite, nos bairros residenciais do 8ème ou do 16ème, a opção de compras mais cotada é sem dúvida a rue de Passy, que além de ter todas as marcas high street e as bacanas do momento, possui um shopping simpático o Passy Plaza. Podemos destacar a presença das populares H&M, a Gap, a Mango, a COS, as marcas cool como Sandro, The Kooples, Repetto, Mac ou a elegante Guerlain. Tem também uma boa Sephora e uma concept-store bem charmosa, a l’Entrepôt.

Aliás, a grande novidade deste ano é que o Le Bon Marché vai abrir sua La Grande Epicerie Rive Droite, no antigo espaço da loja Frank & Fils, que fechou.

Um dos aspectos interessantes dessa região é a rua e mercado da rue de l’Annonciation. Assim, vou dar dicas dessa área, que vale uma visita. O Marché Couvert de Passy (1, rue Bois le Vent) tem ótimos “artesãos” alimentares, dos quais podemos destacar a peixaria Poissonnerie de Passy, os queijos da Androuet e a casa de carnes Bailleul.

Outra excelente opção para queijos é a Fromage à la Ferme de Passy (30, rue de l’Annonciation). Se quer comprar ostras e salmão, tem o restaurante e take away Huîtres et Saumons de Passy (17, rue de l’Annonciation) ou Les Caves de Passy (3, rue Duban), com uma grande escolha de vinhos à vários preços. Para um bom pão ou doce, a melhor parada é no Desgranges (6, rue de Passy). Delizius é um bom empório italiano, que tem também um pequeno espaço para um almoço rápido e gostoso (40, r. Annonciation).

Restaurantes

Existem restaurantes bem simpáticos, para viver como os locais: o italiano Dino, os japoneses Matsuri ou Akasaka, o Thé cool que vive cheio de gente em busca de boas saladas quiches e a famosa sobremesa light ” Starlette” que fez o sucesso da casa. Sem falar do excelente restaurante chinês Passy Mandarin (6 Rue Bois le Vert), um dos melhores de Paris.

Na hora do almoço, nada como dar uma paradinha no Aéro, o restaurante logo no começo da rue de l’Annonciation, na Place de Passy, com um terraço gostoso e que é o ponto de encontro dos locais do bairro, a qualquer hora. Mas outros bons endereços são o Matta Pizzeria (23 rue de l’Annonciation), a creperie Chez Yannick (33, rue de l’Annonciation) e o italiano Settebello (9, rue Duban).

Mas, para os mais gastronômicos, uma excelente oportunidade de conhecer o estrelado Restaurant Astrance, com suas 3 estrelas do chef Pascal Barbot (4 rue Beethoven 75116www.astrancerestaurant.com. )

Docerias

Falando de sobremesas, recomendo: para sorvetes, um dos melhores glaciers de Paris é o Pascal Le Glacier (17 rue Bois Le Vent), para doces o Aux Merveilleux de Fred (26, rue de l’Annonciation) tem um dos bolos de merengue mais procurados de Paris e, com a recente febre com éclairs, a imperdível loja da Éclair de Génie (Passy Plaza -53 rue de Passy – www.leclairdegenie.com). Para chocolates, o Régis Chocolatier é o melhor da região (89, rue de Passy – www.chocolats.net)

Aproveite para descobrir esse bairro residencial de Paris e viver um momento como se fosse um local … um verdadeiro parisiense !

 

 

 

<