fbpx

As estações de ski na França têm vários tipos e estilos, dos quais as familiares, as esportivas, os vilarejos típicos, charmosos ou mais modernos.

Estamos cobrindo com estes guias as estações que são as mais conhecidas e que frequentamos regularmente. Desse modo, nossas dicas são sempre atualizadas a cada nova temporada de ski, com as novidades e com os lugares tendência do momento.

 

Estações de ski na França

 

AS MELHORES ESTAÇÕES DE SKI NA FRANÇA

 

Courchevel é a mais badalada internacionalmente, excelente ski pois fica na área da montanhas “Les Trois Vallées” e é conhecida por ter um ótimo agito na nightlife.

Megève é a estação mais charmosa, elegante e para os parisienses chics. Vistas lindas do Montblanc e ótimo “après-ski”, com uma vida de vilarejo para os que não esquiam !

Méribel é chic e descontraída, luxo discreto, poucos restaurantes ou baladas, acesso direto às pistas das “Les Trois Vallées”. Muitos chalets e alguns poucos hotéis.

Val d’Isère é a mais esportiva e para os grandes esquiadores. Ou seja, não é a estação ideal para quem não esquia bem, pois além disso, não tem uma vida fora do esporte. O ideal é alugar um chalet com amigos e fazer dias longos de esqui.

Chamonix é uma das mais tradicionais estações da França e é de uma beleza rara, em particular a mítica Vallée Blanche. Le Lavancher é um muito exclusivo e elegante para se ter um chalet, com quase nenhum hotel.

Val Thorens foi eleita recentemente como a melhor do mundo. É muito jovem com baladas agitadas e, claro, ótimo esqui. Fica nas “Les Trois Vallées” e se sobressaiu por ter tido o primeiro restaurante com DJ no ski com o “La Folie Douce”

SKI COM CRIANÇAS NA FRANÇA

 

Club Med e ski na França

O Club Med, e suas fórmulas “all in”, é uma solução muito prática quando se têm crianças e que os pais querem ter suas próprias atividades. Os brasileiros representam cerca de 30% dos que frequentam os clubes de Valmorel e, agora, o de Samoëns Morillon. Não podemos deixar de dar duas dicas menos frequentada por brasileiros, mas que merecem destaque: O Le Chalet de Méribel que é um dos villages mais charmosos do Club Med e o Village de Val d’Isère.

No entanto, é importante mencionar que todas as estações têm escolas de ski e atividades específicas para cada idade e que os pais podem deixá-los o dia todo. Em geral, é o que fazem os pais franceses.

Sugerimos que, conforme as crianças forem crescendo e o nível de ski ficando melhor, pensem em evoluir para estações de ski na França que possam dar mais variedade e que terão o charme dos Alpes e da Haute Savoie. Ou, tentar os dois villages que sugerimos acima, em estações muito esportivas. Além disso, tem o lado de conhecer diferentes restaurantes e ambientes, costumes e, sobretudo, o prazer de esquiar todos juntos.

O Club Med é uma solução muito prática quando se têm crianças e que os pais querem ter suas próprias atividades. Os brasileiros representam cerca de 30% dos que frequentam os clubes de Valmorel e, agora, o de Samoens Morillon. Não podemos deixar de dar uma dica menos frequentada por brasileiros, mas é um dos villages mais charmosos do Club Med: o Le Chalet de Méribel.

No entanto, é importante mencionar que todas as estações têm escolas e atividades específicas para cada idade e que os pais podem deixá-los o dia todo. Em geral, é o que fazem os pais franceses.

Sugerimos que, conforme as crianças forem crescendo e o nível de ski ficando melhor, pensem em evoluir para estações de ski na França que possam dar mais variedade e que terão o charme dos Alpes e da Haute Savoie. Além disso, tem o lado de conhecer diferentes restaurantes e ambientes, costumes e, sobretudo, o prazer de esquiar todos juntos.

Um dos mais requisitados Club Med para esquiar pelos brasileiros. Incontornável.

Esta estação acabou de abrir e é já um sucesso, com 4 tridents, um espaço 5 tridents e um Spa da Carita.

Este village fica em Méribel e é considerado o mais charmoso de todos.

Val d’Isère é reputada pela dificuldade de suas pistas. Vale experimentar se o seu nível de ski já permite de encará-las!

SKI – INFORMACÕES PRÁTICAS

 

Você pode descobrir mais informações práticas sobre as estações no seguinte site: www.skiinfo.fr/france/stations-de-ski.

Não esqueça de sempre verificar a meteorologia, sugerimos seguir na Méteo France Montanha, clique aqui.

COMO CHEGAR NAS ESTAÇÕES DE SKI FRANCESAS

 

No que se refere a transportes, o TGV é um dos melhores tipos de acesso às estações de ski, mas reserve com antecedência para evitar falta de lugares.

A partir de Paris, o TGV leva menos de 4 horas e o orçamento pode variar de 170 a 260 euros por pessoa ida/volta. Em geral a viagem inteira oscila entre cinco e seis horas

Fique muito atento para os períodos de pique durante as férias escolares dos franceses (veja aqui). Nessa época, os preços são mais altos e as pistas muito mais cheias … sem falar das filas no teleski !

Assim, aqui nossas dicas:

Les trois Vallées – Courchevel, Méribel e Val Thorens

Courchevel

Avião : Genève a 135 kms, Grenoble à 120 kms ou Chambéry a 95 kms

Trem : TGV – SNCF, gare de Moûtiers Salins-les-thermes com Transfert de Moûtiers/Courchevel en taxi : veja a lista ou Transfert I/V Moûtiers/Courchevel em ônibus, veja aqui

Méribel

Avião : Genève a 177 kms, Grenoble à 125 kms ou Chambéry a 95 kms

Trem TGV – SNCF, gare de Moûtiers Salins-les-thermes e Transfert de Moûtiers a Méribel (veja detalhes aqui)

Val Thorens

Avião : Genève a 198 kms, Grenoble à 143 kms ou Chambéry a 113 kms

Trem TGV – SNCF, gare de Moûtiers Salins-les-thermes e Transfert de Moûtiers a Val Thorens (veja detalhes aqui)

 

Montblanc

Chamonix

Pegar o TGV  Mont Blanc Express a linha da SNCF que vai até  St Gervais-les-bains-le Fayet e Martigny (na Suiça).

Megève

Avião: até Genève e alugar carro até Megève com 65 kms de estrada, cerca de 1 hora.

Trem: pegar um TGV de Paris até Salanches de Combloux e ônibus/traslado do hotel ou Navette pública até Megève (cerca de 50 minutos dependendo da neve, veja aqui)

 

Val d’Isère – Tignes

Avião : Genève a Val d’Isère com 172km, uma estrada direta até Annecy, Albertville e até Val d’Isère, de Lyon 241km pela A43 e A430 até Albertville, Chambéry 136km idem.

Trens: Gare de Lyon – Paris até Bourg-St-Maurice  e transfer de taxi ou Navettes (veja aqui)

 

<